Pós-Graduação Medicina Estética (Lisboa)

100.00

Edição 2020-2021
Candidaturas: 1 de Junho a 15 de Setembro de 2020 (submetidas na SPMEC)
Comunicação de resultados: 22 de Setembro de 2020 
Matrículas: Brevemente disponível
Local: Universidade Lusófona

Descrição

2ª Edição do Curso de Pós Graduação em Medicina Estética (ano letivo 2020-2021) em Lisboa, resultante da parceria entre a Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e Cosmética – SPMEC e a Universidade Lusófona

 

A Medicina Estética é uma área do saber médico em franca expansão a nível nacional e internacional, quer pela ciência e conhecimento que lhe são inerentes, quer pelo crescente número de médicos com prática e/ou interesse na área.

Não sendo considerada  uma especialidade médica, não existia, até ao momento, formação pós- graduada em Portugal que garantisse a certificação dos profissionais e, simultaneamente, a produção nacional de ciência nesta área. Assim, esta lacuna foi, de certo modo, colmatada pela procura de formação pós-graduada universitária no estrangeiro, já existente há mais de 30 anos.

Surge a criação do 1º Curso de Especialização em Medicina Estética em Portugal, pela SPMEC, que visa fornecer uma alternativa nacional de formação pós-graduada na área, no domínio da garantia de qualidade do ensino superior da União Europeia, através da acreditação no Processo de Bolonha, reconhecido em qualquer País da Europa, conjuntamente com certificação pela DGERT (Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho), reconhecida pelo Ministério da Educação, e que permite ao formando obter o título atribuído por uma Universidade Portuguesa.

Na sua luta por uma formação de proximidade e que capacite o médico para uma prática de Medicina Estética segura e de reconhecida qualidade, a SPMEC desenha um curso que visa promover cuidados de saúde gerais com enfoque estético, de forma integrada e em estreita colaboração com as Especialidades Médicas de Angiologia e Cirurgia Vascular, Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética, Dermatologia e Venereologia, e Endocrinologia, bem como de procedimentos médicos e cirúrgicos. As aulas são lecionadas por um núcleo de docentes com CCP (Certificado de Habilitações Pedagógicas) ou Doutoramento em Medicina Estética e por docentes internacionais de referência com vida profissional ativa e dedicada à área da Medicina Estética (através das parcerias constantes com sociedades internacionais como ASIME, ABME e AMMECC, entre múltiplas outras parcerias de renome).

Proporciona-se, assim, a forma de produzir e publicar trabalhos científicos na área em causa, através do plano de estudos desenhado e da possibilidade de integração em estágios profissionais em clínicas certificadas pela SPMEC, de modo a dotar os médicos de conhecimentos, competências e atitudes entendidas como necessárias à prática da Medicina Estética, permitindo assegurar o melhor cuidado ao doente.

A realização do Curso de Pós-Graduação em Medicina Estética, que a Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e  Cosmética promove, em afiliação com a Universidade Fernando Pessoa do Porto e com a Universidade Lusófona de Lisboa, oferece aos seus formandos não apenas uma visão atualizada da mais moderna Medicina Estética mas também uma sólida formação científica, com uma forte componente presencial altamente prática e que pretende formar a aptidão necessária para a aplicação imediata em contexto de trabalho.

Após três edições passadas de enorme sucesso, abrimos portas à 4ª edição da Pós-graduação em Medicina Estética, no ano letivo de 2020-2021, no Porto e em Lisboa, como resposta à incessante procura por estes cursos exclusivos a médicos e lecionados por médicos.

A SPMEC estabelece, assim, mais um marco importante no processo de validação e acreditação nacional de competências nesta valência da medicina.

A maioria das aulas teóricas do Curso apresenta-se em formato e-Learning que assegura a formação teórica em regime não presencial, disponível em plataforma moodle. A forte componente prática presencial  decorre em ambiente clínico, com pacientes voluntários(as) . Dadas as circunstâncias atuais, houve necessidade de centrar o exercício clínico  em grupos de 5 alunos por tutor(a) (esporadicamente 10 alunos), de forma a propiciar um maior contacto e prática real, respeitando as normas emanadas pelas entidades competentes (nomeadamente utilização de  EPIs) e salvaguardando a segurança de todos(as) os(as) alunos(as), docentes e pacientes voluntários(as).

Objetivos

Objetivos Gerais:

  • Promoção de cuidados básicos de saúde, prevenindo o aparecimento de doenças e outras alterações, nomeadamente muco-cutâneas.
  • Diagnóstico, avaliação e tratamento de dismorfias faciais/corporais e de status de envelhecimento.
  • Tratamento de aspetos inestéticos corporais.
  • Aplicação de técnicas com vista à melhoria da estética, no âmbito médico.

Objetivos específicos:

A utilização de diversas estratégias de ensino – aprendizagem, especialmente suportada por aspetos práticos de análise e treino (hands on, resolução de problemas, revisão crítica de temas, entre outros), permitirá uma capacitação sustentada e orientada para a prática clínica.

São especialmente contemplados:

▪ Semiologia e registos clínicos em Medicina Estética.

▪ Promoção e Manutenção da saúde a nível dos cuidados dermatológicos diários e adoção de estilos de vida saudáveis.

▪ Dieta e suplementação alimentar.

▪ Caracterização das funções da pele e faneras; avaliação quantitativa (não-invasiva) de indicadores relevantes.

▪ Rastreio e acompanhamento de lesões cutâneas suspeitas de malignidade.

▪ Semiologia e Patologia Dermatológica, nomeadamente, Acne, Rosácea, Discromias, Dermatite

▪ Seborreica, Alterações vasculares, Nevos e outras lesões cutâneas benignas, Queratose actínica,

▪ Melanoma, Carcinoma Espino e Baso celular). Dermatoscopia básica.

▪ Inovação em formulação – nanotecnologia e veiculação; novos “ativos” em Cosmetologia.

▪ Tecnologia em Medicina Estética: Eletro, Termo e Mecanoterapias – princípios de funcionamento, indicações e protocolos de tratamento.

▪ Fototerapia: luz pulsada intensa, laser ablativo e laser não ablativo.

▪ Mesoterapia Médica: história, técnica, farmacologia mesoterápica, indicações e variações da técnica (microneedling e carboxiterapia)

▪ Peelings médicos: classificação e tipos, indicações, técnicas básicas e avançadas

▪ Proporções faciais.

▪ Anestesia em procedimentos faciais.

▪ Toxina botulínica: tipos, farmacologia e indicações. Preenchimentos: tipos, farmacologia e indicações.

▪ Técnicas básicas e avançadas de toxina botulínica e preenchimento facial.

▪ Protocolos integrados de tratamento em Medicina Estética Facial/Bioremodelação.

▪ Hidrolipodistrofia, adiposidade e lipodistrofias: classificação e fisiopatologia.

▪ Avaliação das alterações do tecido adiposo: ecografia, termografia e pregas.

▪ Protocolos de tratamento das alterações estéticas do tecido adiposo.

▪ Endocrinologia, fisiologia e bioquímica dos vários eixos endócrinos (tiroideu, adrenal e sexual) do metabolismo energético.

Destinatários

Detentores de Licenciatura e /ou Mestrado Integrado em Medicina.

(É condição exclusiva possuir Licenciatura e /ou Mestrado Integrado em Medicina, inscrição na Ordem dos Médicos com autonomia no exercício da profissão.)

Os critérios de seleção e seriação dos candidatos e respetivas ponderações são os seguintes:

– Master em Medicina Estética – 30 pontos

– Curso de especialização em Medicina Estética – 20 pontos

– Outras formações pós-graduadas em áreas de interesse/ influência da Medicina Estética – 15 pontos

– Outras formações pós-graduadas noutras áreas da Medicina – 5 pontos

– Avaliação do percurso curricular – 10 pontos

− Ser membro de direito da Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e Cosmética – SPMEC –10 pontos

− Entrevista realizada pelos coordenadores da Pós-Graduação da SPMEC (avaliação expetativas, percurso na Medicina Estética, propósitos) – 10 Pontos

Document. necessária

Documentação Necessária:

− Comprovativo de Associado(a) SPMEC (condição não obrigatória)

− Documento de identificação – BI ou Cartão de Cidadão (Cidadãos de Países não pertencentes à União Europeia terão de apresentar um título de residência válido, de acordo com as normas do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal).

− Certificado de Licenciatura/Mestrado Integrado em Medicina (No caso de certidões de habilitações de estabelecimentos de ensino superior estrangeiros, as cópias ou originais deverão estar autenticadas pelos serviços oficiais de educação do respetivo país e reconhecidos pela autoridade diplomática ou consular portuguesa ou trazer a apostilha da Convenção de Haia. A certidão de disciplinas deve incluir, ou ser acompanhada de, a Escala de Notas.

− Comprovativo de membro da Ordem dos Médicos (Cédula Profissional) ou inscrição profissional em outro país membro da UE.

− Comprovativo de seguro de responsabilidade civil.

− Curriculum Vitae modelo Europass.

− Pré-Inscrição neste Formulário de inscrição On-line

Corpo Docente

Corpo Docente:
André Amaral Gomes · Catarina Rosado · César Arroyo · Cíntia Pego · João Almeida Pinto · João Matos · Lorena Rivas · Luís Monteiro Rodrigues · Marco Guerra da Rocha · Maria Calle Vellés · Maria do Céu Costa · Mariano Velez · Mário Mendanha · Miguel Trincheiras  · Rafael Simões de Almeida · Silvério Cordeiro · Simone Ayres

Coordenação:

Dr. Ângelo Rebelo
Licenciado em Medicina (U Lisboa, 1980), especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética (1990), registado na Secção Regional Sul da Ordem dos Médicos.
Reconhecido como um dos principais cirurgiões nestes domínios, coopera com universidades, colégios e associações profissionais em todo o mundo, sendo membro fundador de várias associações científicas nacionais e internacionais. Actualmente estabelecido na Clínica Milénio em Lisboa, como Diretor Clínico e cirurgião plástico, reconstrutivo e estético.

Graduated in Medicine (U Lisboa, 1980), specialist in Plastic, Reconstructive and Aesthetic Surgery (1990), registered in the South Regional Section of the Portuguese Medical Association. Recognised as one of the leading surgeons in these domains, he cooperates with universities and professional colleges and boards, all over the world, and he is a founder member of several scientific national and international associations. Currently established at Clinica Milénio in Lisbon, as Clinical Director and plastic, reconstructive and aesthetic surgeon.

Dra. Lorena Rivas
Mestre em Anestesiologia e Terapia da Dor (UC) e Mestre em Medicina Estética (U. Córdoba). Diretora Clínica de REJUVEMED Lda e REJUVEMED II. Membro fundador e Presidente do Conselho Fiscal da Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e Cosmética (SPMEC).

Master in Anesthesiology and Pain Therapy (UC) and Master in Aesthetic Medicine (U.Córdoba). Clinical Director at REJUVEMED Lda and REJUVEMED II. Founding Member and Chairman of the Fiscal Council of the Portuguese Society of Aesthetic Medicine and Cosmetic (SPMEC).

Dr. Marco Guerra Rocha
Licenciado em Ciências Farmacêuticas (FFUP) e Mestre em Medicina Estética pela Universidade Complutense de Madrid, com especialização em Acupunctura ICBAS. Chefe do Serviço de Medicina Geral e Familiar do Hospital das Forças Armadas (Porto). Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e Cosmética (SPMEC). Sócio fundador e Médico estético nas clínicas CME Braga e CME Espinho.

Degree in Pharmaceutical Sciences ( FFUP ) and Master in Aesthetic Medicine by the Complutense University of Madrid, with specialisation in Acupuncture  by ICBAS. Head of the General and Family Medicine Service  at Hospital das Forças Armadas (Porto). President of the Portuguese Society of Aesthetic Medicine and Cosmetic (SPMEC). Founding Partner and Aesthetic Doctor at CME Braga and CME Espinho clinics.

Dra. Maria Calle
Mestre em Medicina Estética (UIB). Doutorada em Morfologia Médica (USC). Especialista em Patologia Clínica do Hospital S. João (Porto). Médica Estética em Hospital da Luz (Guimarães) e Clínica Vida – Especialidades Médicas (Vigo). Sócia fundadora e Médica estética em Calle Clinic. Vice-Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina Estética e Cosmética (SPMEC).

Master in Aesthetic Medicine ( UIB).  Doctorate in Medical Morphology (USC).  Clinical Pathology Specialist at Hospital S. João (Porto).  Aesthetic Doctor at Hospital da Luz (Guimarães), Clínica Vida – Medical Specialisations (Vigo) and founding partner and aesthetic doctor at Calle Clinic. Vice President of the Portuguese Society of Aesthetic Medicine and Cosmetic (SPMEC).

Taxas e Propinas

Candidatura/Taxa de inscrição: 100€
(pagamento à SPMEc no ato da pré-inscrição)

Matrícula: 350€ (pagamento à SPMEc)
1ª Prestação da Propina
(L
ogo no ato da matrícula): 2500€
– 1500€ (pagamento à SPMEc)
– 1000€ (pagamento à SPMEc)
2ª Prestação da Propina (até final de Dezembro): 2500€ (pagamento à SPMEc);

Certificação

Sistema de Avaliação: Avaliação Contínua.
Cada módulo (UC) tem uma avaliação ponderada para cada atividade (Quizz, testes, avaliação de desempenho, etc.).
Toda a formação é certificada através de diploma oficial no âmbito dos regulamentos de Formação de Alto Nível da Universidade Lusófona. No caso dos alunos que frequentarem e aprovarem todas as UCs que integram o presente programa de formação pós-graduada, poder-se-ão contemplar 2 níveis de diferenciação:
Nível II: Diploma de Especialização em Medicina Estética e Cosmética – aprovação determinada pela média ponderada obtida no programa completo (todas as unidades curriculares e avaliação da monografia final apresentada e discutida em provas públicas por júri especializado (60 ECTS)
Nível I: Diploma de Formação Avançada – aprovação correspondente ao componente curricular do curso (30 ECTS.) O Curso completo, incluindo a Monografia, deve ser concluído até final do ano letivo seguinte (até 31 de Julho). O não  cumprimento desse limite implica a renovação do processo de matrícula na nova edição do curso (a existir). Em qualquer caso, os créditos ECTS obtidos podem ser acumulados e transferidos para outros programas ou cursos de formação pós-graduada e doutoramentos.

Local e Horário

O ensino presencial decorrerá nas instalações da Universidade Lusófona de Lisboa –  Escola de Saúde (algumas sessões clínicas poderão ter lugar, sob aviso prévio, em unidades de saúde próximas), em regime pós-laboral, aos sábados (9h-13h e 14h-18h) e/ou domingos (9h-13h), com uma periodicidade mensal de 1 vez por mês (salvo exceções assinaladas em programa).

A informação apresentada não dispensa a consulta do programa.

* a calendarização poderá sofrer alterações sem aviso prévio por motivos de força maior; neste caso, as datas não cumpridas serão reagendadas de acordo com a melhor conveniência da maioria dos formandos.

Programa